A Flor Branca e o Chuchu

Para o espaço de galeria da Hill House criamos uma instalação com longas e retorcidas hastes de alumínio delgado e delicado, quase insustentáveis em sua leveza. Essas hastes parcialmente permanecem em aluminio natural, outras partes foram pintadas em branco fosco, de maneira a criar pontos contrastantes com o negro do espaço. Em sua extremidade, flores de gesso pendem, avançando em direção à uma poltrona em veludo rosa que parece sorrir ou querer beijar essas flores. Em algumas das pontas das pétalas das flores aplicamos folhas de ouro, tornando-as ainda mais preciosas. Povoando o espaço de exposição do mobiliário, sobre as mesas e aparadores, beringelas e chuchus ganham pernas e braços em latão, retorcidos e finos semelhantes às hastes das flores brancas. Parecem insetos ou animais fantásticos que investigam aquele lugar.

Local: CasaPark, Brasília
Cliente: Hill House

10 . 2016