nômades
links:

Após um período de 20 anos fixos em nosso espaço na Vila Madalena, São Paulo, em 2020 iniciamos uma fase nômade. Buscaremos novos conceitos, materiais e experiências em diferentes lugares. O resultado desses novos caminhos, produtos, desenvolvimentos especiais, novas perspectivas e olhares, apresentaremos nesse site e nas redes sociais.  

pequeno histórico

Por 20 anos (1999-2019) o espaço do Estudio Manus foi referência na Vila Madalena, apresentando uma mistura de ateliê e galeria, com objetos únicos, expostos juntamente com a linha de peças fabricadas em séries limitadas produzidos em parceria com pequenas industrias e artesãos. Também uma seleção de objetos raros, curiosos, antigos e étnicos compõem nosso pequeno universo, numa versão contemporânea de um ‘Gabinete de Curiosidades’.

A partir de 2020, com o projeto de criação nômade, nos dedicamos à pesquisa e desenvolvimento de edições especiais em diferentes cidades e países, em percursos e novos caminhos que podem ser acompanhados pelas nossas redes sociais.

 

O “ESTUDIO MANUS” trilha um caminho entre o Design e a Arte. Desde 1999, Daniela Scorza e Caio de Medeiros F., parceiros na vida e no trabalho, criam objetos, móveis, interiores e cenografia, com o importante auxílio de parceiros onde arte, design, poesia e artesanato interagem.

Com objetos, luminárias e móveis editados em pequenas séries ou criados como peças únicas, além de trabalhos com arquitetura interior, cenografia e ambientações com forte carga conceitual, o Estudio Manus procura resultados atemporais e simples, despojados e elegantes, poéticos e lúdicos.

 

Características relevantes são o reaproveitamento e releitura das formas existentes e a pesquisa e valorização de técnicas artesanais e tradicionais.


Ao longo de sua existência o Estudio Manus tem ampla participação em exposições e mostras de design e arte no Brasil e exterior, como no ‘Talents à la Carte’ na Maison&Objet /Paris 2005; prêmio “Prix Découverte” do Le Point no Salão “Design Now!” Paris 2006; peças selecionadas para integrar o acervo do MoMa Store NY; Exposição ‘Design Brasileiro Hoje: Fronteiras’, MAM SP 2009 com peça em acervo no MAM SP; Exposição “+(55) Brazil” na Civic Gallery em Barnsley, Inglaterra 2011; Exposição “Fronteiras” no Palazzo Giureconsulti em Milão 2012, “Brazilian Modern” na Galeria Ampersand House, Bruxelas 2012, Galeria Tokonoma Buenos Aires 2016 entre outras.