Linha do Tempo - Gloria Coelho

Criamos uma longa passarela sem interrupções que percorre as duas grandes salas principais do Museu da Casa Brasileira, iniciando no saguão de entrada. Isso permitiu expor as roupas de maneira cronológica, dando a percepção do tempo e linguagens de cada momento. Os manequins são apenas bustos, sem rostos, braços ou pernas, as roupas parecem flutuar sobre essa passarela. Ela é contínua e por vezes surgem volumes verticais que abraçam as passagens e dão a sensação de atravessar paredes. Tais volumes organizam o olhar e se interpõem à horizontalidade da passarela. Um dos acessos ao grande saguão do Museu foi bloqueado propositalmente por um grande volume que brota da passarela, como um pedaço do tempo que está por vir. Todo o conjunto foi pintado em vermelho puro brilhante, contrastando com o branco das paredes e a arquitetura clássica do local. A luz foi pensada para lembrar a teatralidade das passarelas, criando pontos de penumbra com focos nas roupas que pairam sobre a passarela do tempo.

Local: Museu da Casa Brasileira, São Paulo
Cliente: Gloria Coelho

3 . 2011