Vasos

Misturar formas clássicas até barrocas como volutas a formatos básicos e simples. Repetir alças criando novas funcionalidades e estéticas. Experimentar fabricar no seu limite de equilíbrio estrutural, resultando Vasos Aleatórios. Agregar diferentes formatos, asas e volumes. Brancos só possíveis ao deixar as porcelanas em seu momento fosco. Bocas de peixe que viraram vasos, com detalhes em ouro, ou apenas seus lábios recebem esmalte, causando brilho fazendo ressaltar o restante fosco do objeto.

desde 2005